Christoph Koncz

Aos 30 anos de idade, Christoph Koncz revela-se como um músico altamente versátil, e já amplamente reconhecido pela sua carreira internacional como solista de violino, maestro, intérprete de música de câmara e violinista principal na orquestra Vienna Philharmonic. Aos nove anos, recebeu a sua primeira aclamação mundial com a interpretação cinematográfica de Kaspar Weiss, a criança prodígio, na versão canadiana do filme O violino vermelho (The red violin), que ganhou o Oscar para Melhor Banda Sonora Original (Best Original Score).

A reputação internacional de Christoph Koncz como maestro tem também crescido rapidamente. Desde a sua estreia, em 2013, mantém uma presença regular no Festival Mozartwoche, em Salzburgo. Em maio de 2014, dirigiu a Verbier Festival Chamber Orchestra durante uma tournée pela Alemanha, Áustria e Suíça, que incluiu 14 apresentações nos prestigiados palcos das Filarmónicas de Berlim, Colónia e Munique, no Konzerthaus de Viena e no auditório KKK Lucerne. Dirigiu obras de Mozart no Festival Salzburg 2014. Na última temporada musical, estreou-se como maestro nos Estados Unidos da América à frente da Memphis Symphony, e continuou a sua bem sucedida colaboração com a Orquestra de Câmara do Festival de Verbier, com a qual dirigiu um programa dedicado a Beethoven.

Nascido em 1987, em Konstanz, numa família de músicos austro-húngara, Koncz cresceu em Viena, tendo recebido a sua primeira lição de violino aos quatro anos de idade. Apenas dois anos mais tarde, entrou na Universidade de Música e Artes Performativas de Viena. Além dos seus estudos de violino, frequentou uma máster-classe em direção de orquestra em 2005. A sua participação nas máster-classes dirigidas por Daniel Barenboim e Daniel Harding contribuíram, definitivamente, para o enriquecimento da sua formação musical.

A sua primeira apresentação na América do Norte como violinista solista ocorreu aos doze anos de idade, num concerto com a Montreal Symphony Orchestra, dirigida por Charles Dutoit. Seguiram-se diversas colaborações com os maestros Sir Neville Marriner, Dmitry Sitkovetsky, Gábor Takács-Nagy e Marc Minkowski. Muito procurado como intérprete de música de câmara, as suas atividades neste género musical incluem colaborações com músicos como Leonidas Kavakos, Joshua Bell, Vilde Frang, Renaud Capuçon, Antoine Tamestit, Kim Kashkashian, Gautier Capuçon e Rudolf Buchbinder.

Em 2008, com apenas vinte anos de idade, Christoph Koncz assumiu o lugar de Segundo Violino Principal na orquestra Vienna Philharmonic, posição que até hoje mantém.

Voltar