Máté Szücs

Entre setembro de 2011 e 2018, Máté Szücs foi Primeiro Viola na Berlin Philharmonic Orchestra, com cuja orquestra se apresentou como solista numa leitura do Concerto para Viola de Bartók, em Setembro de 2017. Desde 2003 que toca como violista solo em várias e prestigiadas orquestras, como, por exemplo, a Royal Philharmonic Orchestra da Flanders, a Bamberger Symphoniker, a Sächsische Staatskapelle Dresden, a Frankfurt Radio Orchestra e a Deutsche Kammerphilharmonie Bremen.

Aos onze anos de idade Máté ganhou o Special Prize do concurso Hungarian Violin Competition for Young Artists. Não muito mais tarde, foram-lhe atribuídos o Primeiro Prémio do concurso Violin Competition of Szeged e o Primeiro Prémio para Melhor Sonata Duo, no âmbito da Hungarian Chamber Music Competition.

Tinha 17 anos quando decidiu trocar o violino pela viola, tendo depois completado os seus estudos no Royal Conservatory de Bruxelas e no Royal Conservatory da Flandres com as mais altas distinções. Desde 2006 que ensina regularmente na “Thy Masterclass” de música de câmara, que tem lugar no festival de verão da Dinamarca, e entre 2012 e 2014 foi tutor de viola no Britten-Pears Festival de Aldeburgh, Inglaterra.

Entre 2007 e 2009 foi professor na University of Music Saarbrücken, desde 2014 ensina na Karajan Academy da Berlin Philharmonic Orchestra, e desde setembro de 2016 ensina também viola na "Hanns Eisler" University of Music de Berlim. No ano letivo de 2016-2017 foi professor na Liszt Music Academy de Budapeste. Além da sua atividade de ensino formal, é ainda tutor privado de vários alunos e orienta frequentemente máster-classes, em várias cidades do mundo, designadamente em Nova Iorque, Los Angeles, Míchigan, Londres, Berlim, Bruxelas, Estrasburgo, Seul e Tóquio.

Máté Szücs é frequentemente convidado para apresentações como solista por todo o mundo, tendo também colaborado, no âmbito da música de câmara, com músicos como Janine Jansen, Frank-Peter Zimmermann, Baiba Skride Christian Tetzlaff, Vadim Repin, Ilja Gringolts and Vladimir Mendelssohn, Kristóf Baráti, István Várdai e Dénes Várjon.

Em setembro de 2018, Szücs assumiu o lugar de professor de viola na “Haute École de Musique de Genébra.

Voltar