Maxime Tortelier

 

Maxime Tortelier é um emergente e empolgante talento no panorama internacional da direção de orquestra, tendo deixado sua marca como Jovem Maestro Associado na Bournemouth Symphony Orchestra.

Desde então, Maxime tem desfrutado de convites de outros importantes grupos britânicos, entre os quais da Ulster Orchestra, da BBC Philharmonic Orchestra e da Royal Philharmonic Orchestra de Liverpool. Londrino de coração, Maxime vive agora em Paris, onde se tem regularmente apresentado com a Orchestre National de France. Outros dos seus compromissos em França incluíram colaborações com a Orchestre National de Lyon, a Orchestre de Bretagne, a Orchestre de Normandie e a Orchestre de Chambre Nouvelle-Aquitaine. Foi igualmente convidado para concertos sinfónicos pelas óperas de Montpellier, de Toulon e de Saint-Etienne. Viajando por outras paragens, dirigiu estreias com a Melbourne Symphony Orchestra, a Orchestre Philharmonique do Luxemburgo, e com a Orchestre Philharmonique de Monte-Carlo.

Com gosto pela partilha da sua paixão pela música com as gerações seguintes, Maxime trabalha frequentemente com jovens: realizou residências com a South West Youth Orchestra e com as National Youth Orchestras da Escócia. Recebe regularmente convites para colaborar com a Southbank Sinfonia de Londres. Atualmente, em França, é diretor musical da orquestra Démos - Lyon Métropole, em parceria com a Orchester National de Lyon.

Maxime Tortelier estudou direção de orquestra na Royal Academy of Music e na Accademia Chigiana, sob a orientação de personalidades como Colin Metters, Gianluigi Gelmetti, David Zinman e Leif Segerstam.

Nascido no seio de uma família musical, estudou piano desde os cinco anos de idade. Formou-se em literatura e línguas na Ecole Normale Supérieure de Lyon e foi professor assistente na Universidade de Harvard.  Ensinou musicologia em Paris, na École des Hautes Études en Sciences Sociales, depois de lá completar o seu mestrado, e estudou teoria e composição no Conservatório de Paris.

 

Voltar